Surto de Ebola, por que esse vírus é o mais temido pela humanidade?

Quem está atualizado e/ou está acompanhando as notícias, pôde perceber que os noticiários estão comentando ultimamente de um tal "surto de Ebola na África". Para quem é curioso e quer saber mais sobre esse vírus que é o mais temido e o mais perigoso do mundo, acompanhe esse artigo que irá mostrar à detalhes tudo sobre esse vírus.


O Vírus Ebola é um vírus de RNA pertencente à Família Filoviridae e ao gênero Filovírus descoberto em 1976 na República Democrática do Congo, através de casos de uma epidemia de Febre hemorrágica que ocorreu em vilas próximos ao rio Ebola; rio esse que leva o nome do vírus. 
Mas, por que essa doença é tão perigosa assim? Diferente de algumas outras doenças, o Ebola é uma doença que se transmite através de vias respiratórias, suor e pelo contato com sangue. O infectado começa à sentir nas primeiras semanas: Febre alta, fraqueza, conjuntivite hemorrágica, dores de cabeça, dores de garganta e dores musculares. Já na segunda semana, o infectado apresenta sintomas mais fortes, como: Vômitos, náuseas, dores abdominais, calafrios, hemorragias generalizadas internas e externas, diarreias, e prostrações profundas, além também de poder apresentar alguns vermelhidões ou bolhas na pele. Os fígados e os pâncreas ficam bastante prejudicados e começam a perder as suas funções. Estima-se que 90% das pessoas infectada com esse vírus, não conseguem sobreviver e morrem. As hemorragias e os danos significativos são causados porque o vírus quando infecta, ele se multiplica nas células do baço, pulmão e tecido linfático. Intensas hemorragias internas e externas que não cessam pela dificuldade de coagulação do sangue, são percebidos no estágio final da doença, e muitas vezes o vírus destrói o cérebro do infectado e faz ele ter convulsões epiléticas; Como não há tratamentos eficazes e vacinas, o paciente infelizmente, falece. Após infectado, o paciente tem uma média de uma ou duas semanas de vida, além disso, os infectados devem ser isolados e mantidos em quarentena, e os médicos que ajudarão no tratamento da doença, utilizam uma roupa especial para não se contaminar além de ter que manter máxima higiene e cuidado ao utilizar de aparelhos médicos que entram em contato com o lixo hospitalar e fluídos corporais dos demais pacientes. O Diagnóstico do Vírus Ebola é feito através de uma observação direta com uma amostra sanguínea do paciente ou por detecção de anticorpos. Essas amostras e testes requerem segurança biológica extrema! O Falecido deve ser imediatamente enterrado ou cremado.
Esse vírus, por enquanto, é exclusivo do continente africano, nas últimas semanas, um surto desse vírus retornou na região de Serra Leoa, no Litoral Oeste Africano, e muitas companhias aéreas cancelaram os vôos para essa região que até então se mantém em quarentena. Veja no mapa abaixo, os países que estão sofrendo com o surto desse vírus, atualmente.
No mapa acima, em vermelho, os países que estão sofrendo com o surto de Ebola atualmente.
Estima-se que mais de 729 pessoas morreram só nesse ano nessa mesma região por causa desse vírus. Entenderam agora o por que esse vírus é o mais temido e o mais perigoso? Na minha opinião, ele parece ser muito pior que a Gripe H1N1 e a Dengue juntos, apesar de algumas semelhanças.

Atualização - 03/08/2014 23:05
Atualizando alguns dados que foram descobertos através de algumas pesquisas que eu fiz pela Internet:
Em 1995, as chances de morte da pessoa infectada era de 90%, atualmente, esse número reduziu para 59%. Ainda sim, é um número alto, por mais que as chances de sobrevivência sejam poucas, os que sobrevivem da doença com tratamentos médicos, ficam imunes à doença.